IC/ coisas - Idea Couture
01

Estamos entrando na segunda revolução industrial e na terceira revolução da interação homem-computador.

Os sensores fizeram dos artefatos diários parte do mundo conectado. A conectividade não se manifesta apenas através de GUIs brilhantes nas telas. Ela está incorporada em nossos espaços públicos, carros e nos cantos íntimos de nossas vidas.

Nascido do nosso amor por objetos e gadgets, e o que eles trazem para as experiências humanas cotidianas, IC/things é a nossa prática tecno-social. Nossa equipe multidisciplinar é formada por designers, antropólogos, economistas comportamentais, engenheiros e estrategistas de negócios. Com um processo de ponta a ponta que abrange desde a ideia ao protótipo para produção e mercado, ajudamos as empresas a desenvolver gadgets, IoT, aplicativos para celular e wearables (termo que significa tecnologias para vestir).

Onde os ‘wearables’ vivem

Video: Onde os ‘wearables’ vivem

02

Explorar. Identificando os fatores de mudança catalizadoras das tecnologias de amanhã

UNossas práticas de investigação, incluindo exploração etnográfica, pesquisa em design e tecnologia de scan revelam sistemas complexos que surgem entre o comportamento humano e a tecnologia. Na intersecção das necessidades humanas não atendidas e de novas possibilidades tecnológicas vivem riquíssimas oportunidades de negócio.

Antropologia da tecnologia • Descobrimos a relação entre pessoas e tecnologias e os drivers comportamentais que irão modelar o futuro.

Pesquisa de design • Identificamos a visão do usuário e contextos de uso para desvendar insights sobre preferências.

Tecnologia de Scans • Descobrimos novas tecnologias ao redor do mundo que podem abrir novas oportunidades para recursos, capacidades e plataformas.

A casa conectada e a família que surge

Video: A casa conectada e a família que surge

03

Design. Criando conceitos que moldam o futuro

Trazemos informações sobre as oportunidades, explorando rapidamente o que é possível e imaginando como isso poderia ser moldado para melhorar a vida das pessoas. Nossos conceitos nascem na mescla das expectativas do cliente, possibilidades tecnológicas e análises financeiras.

Design co-criativo • Envolvemos o cliente na imaginação de conceitos com a nossa equipe.

Desenvolvimento de conceitos • Desenvolvemos produtos, interfaces, experiências e conceitos que solidificam as propostas de valor e comunicam ideias.

Modelos de baixa fidelidade • Exploramos iterativamente esses conceitos através de representações viáveis mínimas e modelos de baixa fidelidade, garantindo uma redução significativa do risco envolvido neste processo.

04

Protótipo. Construindo experiências e artefatos que testam nossas hipóteses

Transformamos conceitos em realidades tangíveis que podem ser socializadas, desafiadas e experimentadas em primeira mão. Através deste processo iterativo, testamos a viabilidade do conceito em novas conversas com o consumidor através testes práticos.

Produzimos protótipos considerando as implicações industriais, a interação e a experiência.

Usamos mecanismos analíticos para orientar o desenvolvimento de experiências híbridas, físicas e digitais.

Colocamos protótipos interativos nas mãos dos usuários para provocar discussão sobre o valor agregado, potencias problemas e melhorias.

Desenvolvemos métricas e objetivos de pesquisa que ajudam a determinar de maneira objetiva o desempenho do produto e serviço.

Prototipagem e Recursos de Design

Design Industrial • Investigamos a interação humana com fatores de forma física, cor, material e acabamento.

Design de Interação • Investigamos questões de interação humana com os sistemas computacionais.

Design de Experiência • Orquestramos as interações entre as pessoas, tecnologias e serviços para criar uma experiência do usuário harmonizada.

Design de Dados • Definimos mecanismos analíticos para descobrir e oferecer suporte às experiências híbridas, físicas e digitais.

Concept Engineering • Detalhamos plantas e planos detalhados de tecnologias, recursos e capacidades necessárias para a experiência do usuário.

Prototipagem • Proporcionamos experiências de prototipagem que comunicam como as pessoas podem interagir com as novas tecnologias.

Teste e Validação do Usuário • Colocamos conceitos interativos nas mãos dos usuários para provocar discussão sobre valor e interação.

Requirement Engineering • Desenvolvemos de métricas e objetivos de pesquisa para ajustar o desempenho do produto e/ou serviço.

O que fazemos em engenharia e prototipagem

Video: O que fazemos em engenharia e prototipagem

05

Entregar. Criamos soluções go-to-market que geram crescimento para as empresas e agregam valor às vidas das pessoas

Nosso processo produzem resultados de valor, impacto e viabilidade. Grandes ideias são apenas o começo; desenvolvemos soluções go-to-market que representem os valores de nossos clientes e marcam a vida das pessoas. Trabalhamos de ponta a ponta, da pesquisa à implementação. O alcance completo dos nossos serviços se estende até atividades de estratégia go-to-market, lançamento e escalonamento.

Desenvolvemos detalhamento minucioso de design que informarão a produção e o desenvolvimento do produto.

Produzimos protótipos aprovados em pequenas quantidades e soluções de integração de sistemas.

Integramos sistemas e produzimos protótipos de alta fidelidade em pequenas quantidades, fazendo com que o cliente possa ver a aparência e a funcionalidade dos produtos.

06

Somos diferentes

Desde a concepção dos conceitos iniciais até o detalhamento para a produção na fábrica, nossa abordagem leva as ideias em todo o caminho até a linha de chegada. Integramos serviços de design multidisciplinares com as melhores práticas em antropologia, economia comportamental, engenharia e estratégia—garantindo que a experiência seja relevante para as realidades vividas dos usuários e as realidades do negócio.

Começamos com as necessidades humanas, sincronizando os contextos socioculturais às possibilidades tecnológicas.

Aplicamos visão estratégica para produzir design, sempre testando nossos conceitos com quem mais importa.

Abandonamos qualquer preconceitos e hipóteses. Em inovação disruptiva, não há espaço para vícios e respostas certas.